SPC e Serasa: o que são e veja se seu nome está lá

Publicidade
Tempo de leitura: 5 minutos

Ter o nome colocado no SPC e Serasa é um dos medos dos brasileiros. Mais do que um pesadelo, é uma realidade para 65% da população. Mas você realmente sabe o que são estas instituições, como não entrar na lista de negativados e o que isso realmente significa para a sua vida?

Vamos desvendar essa história de terror e esclarecer para você do que essas instituições se tratam, quais são as diferenças e como tirar seu nome de lá.

É tudo isso que este conteúdo do Red Money veio te apresentar.

Continue com a gente!

O que são o SPC e Serasa?

SPC e Serasa são empresas que gerenciam um banco de dados, uma espécie de listas com o CPF de compradores. Quando alguém fica inadimplente, deve a uma loja ou a um banco, a lista marca essa pessoa — e sinaliza demais empresas financeiras da sua inadimplência.

Publicidade

É por isso que costumamos falar que ter o nome sujo não é problema entre quem deve e a empresa, mas porque essa marcação pode ter um impacto grande no acesso da pessoa com nome sujo a bens, financiamentos e até cartões de crédito. 

SPC

O SPC é uma abreviação de Serviço Central de Proteção ao Crédito, fornecido por uma empresa chamada Boa Vista Serviços desde 1955. O SPC consegue os dados diretamente dos lojistas (entenda logo abaixo), e os orienta se devem confiar na sua credibilidade financeira ou não. 

Publicidade

Se você já fez alguma compra que precisava ser avaliada, provavelmente o lojista consultou o SPC. O mesmo ocorre quando você pede um cartão de crédito ou tenta financiar algo.

Eles também oferecem certificados digitais.

Serasa

Publicidade

Já o Serasa foi criado nos anos 60 e contém informações de bancos e instituições financeiras. Chega a processar 2,5 milhões de consultas/dia. A função é a mesma do SPC, orientar a bancos e empresas se podem confiar crédito a você.O mesmo ocorre quando você pede um cartão de crédito ou tenta financiar algo. Recentemente, o Serasa foi adquirido pela Experian, uma mega empresa irlandesa.

Diferenças entre SPC e Serasa


SPCSerasa
Data da fundação19551968
Administrado porBoa Vista ServiçosAté 2007, da FEBRABAN  e ASSOBESP, depois, majoritariamente pela Experian
Banco de dados vem de CDL e lojistas credenciadosBancos e financeiras
Consulta de CPFPago – R$ 9,90Gratuito criando login e senha
Cadastro PositivoSimSim

Embora SPC e Serasa sejam empresas separadas, desde 2013, o Conselho de Defesa Econômica (Cade) permitiu que as instituições trocassem informações. Ou seja, se seu nome está sujo no Serasa, provavelmente vai estar no SPC e impactar o seu score de crédito: o quanto as empresas acreditam que você é confiável para receber crédito e até mesmo comprar.

Publicidade

Está devendo? Seu nome aparecerá nas duas listas.

Você deve estar se imaginando como essas empresas conseguem todos esses dados, especialmente o SPC. E também já deve ter trombado com a sigla CDL.

A famosa Câmara de Dirigentes Lojistas tem mais de 55 anos e está presente até nas pequenas cidades. Essa câmara recebe informações dos lojistas sobre inadimplência e comunica outras agências. Com a informatização dos dados, é cada vez mais difícil que alguém que deve não tenha seu nome sinalizado. O mesmo ocorre com o Serasa e sua relação com os bancos.

Publicidade

E se meu nome estiver no SPC/Serasa — o que fazer?

Ambas instituições permitem que você consulte sua situação. No site do SPC, você pode fazer a consulta por R$9,90. Mas geralmente as pessoas só procuram saber quando recebem a carta, que notifica que o nome foi incluído na lista de negativados. 

Publicidade

Já a consulta no Serasa é gratuita, basta criar um login e senha no site. Você também tem acesso ao seu score de crédito, uma pontuação que mostra “seu nome na praça” e pode indicar a probabilidade de empresas e bancos fazerem negócios com você.

Lá você também pode conferir se seus dados estão OK e, ainda que seus documentos tenham sido perdidos, que ninguém está fazendo mau uso deles, mas este serviço é pago.

As duas instituições também oferecem o que chamamos de Cadastro Positivo, um banco de dados que cruza informações sobre suas compras, comportamento e informações que você fornece para ajudar os lojistas nesta decisão de conceder crédito.

Agora, se você já está negativado(a), não poderia depender do SPC/Serasa para saber. Afinal, se você não está lá por engano (o que é extremamente raro de acontecer), precisa tomar as rédeas das suas finanças. Qualquer dívida, por menor que seja, pode crescer exponencialmente por causa dos juros. O mesmo vale para benefícios escondidos, como cheque especial ou rotativo do cartão, são “benefícios” que escondem perigos reais para as suas finanças.

Publicidade
Publicidade

Logo, o primeiro passo para sair do SPC/Serasa é entender justamente o que fez você chegar lá e quais são suas possibilidades de quitação. Lembre-se que seus credores querem receber e que ignorar a dívida, esperando caducar, por exemplo, é uma das piores estratégias.

A maioria das pessoas que querem ficar com o nome limpo tentam renegociar a dívida de forma que consigam pagar (até mesmo procurando renda extra), e evitam fazer novas dívidas mais caras para cobrir as antigas. Falar diretamente com os credores também costuma ajudar.

 Cartões de crédito geralmente são cortados — há opções pré-pagas — e o padrão de vida fica mais humilde. Mas vale a pena para reconstruir seu nome na praça!

No entanto, é preciso tomar cuidado com “fórmulas mágicas” para tirar seu nome dos banco de dados. Não acredite em flyers em postes de luz, paradas de ônibus ou até mensagens de WhatsApp.

Publicidade

Só há um jeito de tirar seu nome do SPC/Serasa: quitando sua dívida.

Normalmente, o prazo de cinco dias úteis é requerido para que seu nome seja efetivamente limpo. Mas os efeitos no Cadastro Positivo podem custar a serem anulados. Afinal, as empresas tendem a confiar menos em quem já deveu.

Publicidade

E aí? Conseguimos tirar suas dúvidas sobre o SPC e Serasa? Agora aproveite para compartilhar este artigo nas suas redes sociais.

Cartões pré-pagos: como funcionam, vantagens e mais!

Cartão Americanas.com: como funciona, vantagens e emissão