Empresas que prometem limpar o nome: são realmente confiáveis?

Publicidade
Tempo de leitura: 6 minutos

As ofertas  aparecem quando você está fazendo alguma consulta no SPC ou no Serasa. Ou mesmo quando sabe que exagerou nas compras. A mensagem é sempre a mesma: limpar seu nome sem pagar as dívidas. 

A promoção também aparece na rua e pontos de ônibus. Até mesmo na Internet e grupos de WhatsApp.

Mas será que isso é possível?

O post de hoje do Red Money é um alerta para quem fica sonhando em limpar o nome sem pagar as dívidas. As promessas na grande maioria dos casos são falsas. Fuja disso!

Empresas que limpam seu nome

O SPC fez uma pesquisa que demonstrou que 60% das pessoas negativadas que buscaram empresas para limpar o nome só tiveram prejuízo. Sem o resultado esperado, muito menos com as dívidas pagas.

Publicidade

A maioria se arrependeu por ter se deixado levar por falsas promessas. Mas o que essas empresas oferecem?

As ofertas

Não se engane, existem assessorias legais que vão te ajudar em caso de cobranças indevidas e juros abusivos. Mas há também negócios que ilegalmente dizem que vão tirar você da lista de negativados. Muito até chegam a falar em via jurídica e usar uma liminar.

Você já deve ter lido algo do tipo:

  • Limpe seu nome pagando apenas 80% da dívida;
  • Limpamos seu nome do SPC/Serasa em até 24 horas.

E não é o único(a)! Aliás, 10% das pessoas com nome sujo procuram empresas do tipo. 

Publicidade

Porém, 50,5% dessas pessoas não conseguem ter o nome retirado do SPC e apenas 27,3% conseguem denunciar o golpe e pegar seu dinheiro de volta.

E vale a pena?

Raramente isso dá certo. A melhor alternativa é você mesmo(a) procurar a empresa que está devendo, negociar e fechar uma proposta.

Publicidade

Apenas pessoas com muitos credores e dívidas muito altas buscam por assessorias, que sempre cobram um custo.

O serviço costuma girar em torno de R$ 375. 

Enquanto a média da dívida dos brasileiros é de R$ 1400.

Você pode pagar a dívida e ainda pagar a assessoria? 

Na maioria dos casos, contratar uma empresa só vai aumentar suas contas. 

A possibilidade de apagar o nome do SPC/Serasa

Usar meios para apagar um nome da lista do SPC que não seja via quitação da dívida é simplesmente ilegal. Q uem arrisca, geralmente fica no prejuízo, com nome sujo e a empresa que ofereceu o serviço some na maioria das vezes.

Se a empresa tiver êxito em tirar seu nome do SPC, você também está cometendo um crime.

Como saber se o meu nome realmente está sujo?

Normalmente, as pessoas percebem que estão no SPC ao serem impossibilitadas de fazerem uma compra ou mesmo recebendo uma carta em casa. 

Publicidade

Você pode inserir seu CPF gratuitamente em sites confiáveis, como Consumidor Positivo Boa Vista, no site Serasa Consumidor e em lugares físicos dos postos do SPC, que cobram uma taxa. 

Publicidade

Acessar esses sites também pode ser uma boa oportunidade de fazer seu Cadastro Positivo, ou seja, informar mais dados sobre você e como honra suas dívidas. Facilita processos de financiamento e até mesmo de investimento.

Ao encontrar seu nome listado e negativado, não se desespere. Tente contatar o credor e entender a fundo sua dívida e possibilidades de pagamento. 

Mas também não assuma a postura contrária, de ignorar completamente o fato de estar com o nome sujo. 

Lembre-se que mesmo que a dívida “caduque” em cinco anos, não deixa de existir e pode dificultar seus processos de compra.

Recebi uma oferta para entrar com uma liminar e limpar meu nome. O que faço?

Publicidade

Alguns advogados dizem limpar o nome das pessoas por meio de uma liminar de Justiça. Isso só irá dar certo se você foi colocado(a) por engano no SPC/Serasa.

Se este for o seu caso, procure um advogado. A causa pode até gerar indenização.

Agora se o seu nome estiver sujo porque você deve, contratar alguém, mesmo que seja um(a) advogado(a), não vão te salvar.

Mesmo que operadores do direito tirem seu nome, se você deve, logo vai voltar. E você terá gasto uma grana.

Isso não quer dizer que os consumidores não têm qualquer direito ou que não sejam vítimas de juros abusivos. 

Publicidade

Mas é preciso pensar bem sobre o porquê você está buscando ajuda jurídica. Não será possível apagar uma dívida (mesmo com juros altos) que você realmente fez.

O que faço para limpar meu nome e voltar a ter crédito na praça?

Publicidade

É importante dimensionar o tamanho da sua dívida e ir diretamente aos credores para renegociar os valores. Embora não sejam obrigados, muitos credores até oferecem descontos na dívida e feirões, a fim de garantir que seja paga.

Pode ser um processo demorado. Mas é melhor do que confiar em terceiros ou praticar atividades ilegais apenas para ter o nome limpo por pouco tempo.

Também não seja vítima do desespero. Há 60 milhões de brasileiros com o nome sujo e as histórias que levam alguém à negativação podem ser muitas. Desemprego, emergências e até mesmo falta de educação financeira são motivos comuns e cada um tem suas razões. 

O ideal é controlar a ansiedade e lembrar que é possível quitar suas dívidas sem recorrer a empresas que podem te enganar, nem mesmo trocar uma dívida por outra mais cara. Muito menos procurar agiotas.

Publicidade

Tome cuidado também com ligações, WhatsApp, grupos de Facebook e correspondências falsas. Muitos golpistas têm listas de quem está negativado e se passam por credores a fim de conseguir seus dados. 

Publicidade

Nunca passe informações sensíveis pelo telefone e, se puder, vá presencialmente negociar suas dívidas.

Quer saber como pagar suas dívidas de forma segura? Acesse o site do Serasa.

Até você iniciar o pagamento da primeira parcela do pagamento das suas dívidas, seu nome estará sujo, você não está totalmente excluído(a) do consumo. 

Embora saibamos que a análise de crédito está presente na maioria das compras e possa te impedir de fazer um financiamento, cartões de crédito pré-pagos dão acesso à compras online e não fazem análise no SPC/Serasa.

Também é muito importante lidar com suas finanças pessoais neste momento. Para pagar uma dívida, você provavelmente vai ter que cortar alguns custos fixos, como TV à cabo e algum lazer. 

Publicidade

Mas pode compensar buscando uma nova forma de ter renda e avaliar cada gasto com a frase “eu realmente preciso desta compra?”. Nunca viva acima do que seu salário/renda permitem e não caia em ofertas de pagamento posterior. 

Se você não tem dinheiro para pagar por qualquer coisa agora,  o que vai mudar nos seus recebimentos até a próxima data de pagamento?

E o mais importante: não negocie valores que você não pode honrar.

Após a quitação da dívida, não se esqueça de cuidar bem do seu score de crédito, que mede sua reputação no mercado. Uma boa dica é também passar de endividado(a), a poupador(a) e até mesmo, investidor(a). 

Publicidade

Considere que a vida tem imprevistos e que desemprego, doenças ou uma compra emergencial podem acontecer e que é preciso ter uma reserva para não cair em um ciclo de dívidas novamente.

Avaliação Red Money

Publicidade

Não confie em empresas que prometem limpar seu nome. Conheça sua dívida, melhore sua educação financeira e faça uma proposta. Ter medo da dívida e evitar essa realidade pode ser pior.

Assessorias e advogados? Só se você tiver certeza que não deve. Não gaste seu dinheiro com falsas promessas e acompanhe nossos conteúdos para limpar seu nome com segurança 🙂

Curta e compartilhe este conteúdo com seus amigos! 

Como parar de pagar anuidade no cartão de crédito

Cartões pré-pagos: como funcionam, vantagens e mais!